o que e o metaverso e como acessar o metaverso

O que é o metaverso? Entenda de um jeito simples!

Conceito cada vez mais comentado, o metaverso ainda não é um ambiente completamente definido. Tomando forma a cada dia, esse espaço de realidade virtual tende a ter cada vez mais importância na vida das pessoas.

O que já se sabe sobre o metaverso? O que se especula que será possível fazer nesse ambiente que disputará espaço com a realidade como a conhecemos hoje? Confira, a seguir, o que já se sabe sobre o assunto.

O que é o metaverso?

O metaverso vem sendo descrito como o próximo passo das conexões digitais. Trata-se de um universo digital onde tudo será possível, reduzindo e embaralhando as fronteiras que hoje separam “mundo real” de “mundo virtual”.

As discussões sobre metaverso existem há anos, mas tomaram forma em outubro de 2021, quando o CEO do Facebook e do Instagram, Mark Zuckerberg, palestrou na conferência Facebook Connect sobre como a maior empresa de mídias sociais do mundo está preparando o metaverso.

Na época, foi anunciada a Meta, novo nome do grupo que reúne redes como Facebook, Instagram e WhatsApp. Dentro dela, há o projeto Horizon, o núcleo da construção do metaverso, um projeto tocado por renomados profissionais de tecnologia de todo o mundo que estão pensando e construindo o metaverso sob diferentes perspectivas.

Horizon é o núcleo da nossa visão do metaverso. Esta é a nossa experiência inicial de construção de mundos de RV (realidade virtual) que abrimos recentemente para pessoas nos EUA e Canadá. Vimos vários criadores talentosos construírem mundos como um estúdio de gravação onde os produtores colaboram ou um espaço relaxante para meditar”, explica Zuckerberg.

Na ocasião, Mark Zuckerberg trouxe prévias de como esse universo de realidade virtual está sendo imaginado e construído. Confira o vídeo que ele apresentou durante a conferência:

O que será possível fazer no metaverso?

Como pudemos ver no vídeo apresentado por Mark Zuckerberg, o principal foco do metaverso será a realidade virtual. Nesse universo digital, será possível estabelecer conexões totalmente imersivas. 

Embora as experiências mais profundas e imersivas sejam em realidade virtual, você também poderá acessar o metaverso de seus aplicativos do Facebook ou Instagram, e provavelmente terá mais opções com o tempo”, pontua Zuckerberg.

Ou seja, embora os óculos de realidade virtual sejam apontados como peças chave para o acesso completo ao metaverso, outros dispositivos – principalmente os smartphones – também permitirão acesso a esse universo digital.

Portanto, o metaverso vai se expandir para além da experiência de realidade virtual – embora a VR continue sendo o principal acesso ao espaço criativo do universo digital. A experiência central que a Meta procurará promover terá acessos por meio de outras ferramentas conectivas.

Óculos de realidade virtual serão um dos principais acessos ao metaverso, mas não o único. (Foto: Unsplash)
Óculos de realidade virtual serão um dos principais acessos ao metaverso, mas não o único. (Foto: Unsplash)

Avatares e NFTs 

Os avatares, figuras digitais que representarão a gente, serão uma peça-chave no metaverso. Com a popularização deles, outro assunto também ganhará cada vez mais destaque: os NFTs.

📍 NFT é um token não fungível. Trata-se de um tipo especial de token criptográfico que representa algo único. É uma espécie de certificado digital que atribui valor financeiro a um item ou peça digital.

Como o ser humano busca se diferenciar em tudo o que faz, no metaverso não será diferente. A construção desses avatares, as roupas que usarão, acessórios, ambientes… tudo refletirá a personalidade (e o poder aquisitivo) das pessoas por trás. Neste sentido, o NFT será uma espécie de moeda virtual do metaverso. 

Quanto mais exclusiva for a peça virtual, mais caro tenderá a ser. É por isso que a comercialização de NFTs já está a pleno vapor e eles estão valendo mais a cada dia que passa. Pode não fazer muito sentido ainda, mas com certeza fará num mundo que valoriza a realidade virtual.

Quando o metaverso vai começar?

O metaverso já começou! Já há testes neste universo digital, algumas pessoas já conseguem acessá-lo e a comercialização de NFTs está a todo vapor!

O desenvolvimento desse mundo virtual, a expansão dele para que mais pessoas tenham acesso e a construção coletiva desses ambientes ainda são questões embrionárias, que estão sendo resolvidas aos poucos.

O que sabemos é que, em breve, metaverso deixará de ser um nome estranho para fazer parte do dia a dia das pessoas. E você, está ansioso?

Gostou do artigo? Siga o Plugar Ideias no Instagram para ficar por dentro de mais novidades sobre tecnologia, marketing e outros assuntos!

Deixe uma resposta