11 conselhos para inovar com criatividade dados pelo conselheiro da Apple, Guy Kawasaki

11 conselhos para inovar com criatividade dados pelo conselheiro da Apple, Guy Kawasaki

Guy Kawasaki é um dos maiores nomes do marketing criativo do mundo, além de ser um renomado especialista em tecnologia. Na Apple, Kawasaki foi um dos responsáveis pelo desenvolvimento da campanha de marketing do Macintosh, na década de 80. Atualmente, ele ainda mantém laços com a empresa, atuando como conselheiro.

Kawasaki foi convidado a palestrar no TED Talks e resolveu usar o espaço para dar 11 conselhos a profissionais que buscam aliar inovação e criatividade. A palestra foi vista por milhões de pessoas e os conselhos dados pelo especialista, apesar de simples, são muito efetivos. A seguir, você vai conhecer cada um desses conselhos.

11 conselhos de Guy Kawasaki para inovar com criatividade

Além de sua longa carreira na Apple, Guy Kawasaki também teve passagens por outras multinacionais como o Google, a Wikipedia e o Canva. Atualmente, trabalha como consultor, palestrante e também é escritor best-seller. Já lançou 15 livros, alguns deles publicados no Brasil como “A arte do Começo”(2004) e “Encantamento: A Arte de Modificar Corações, Mentes e Ações” (2011).

A seguir, você vai descobrir quais são os 11 conselhos para inovar com criatividade dados por Guy Kawasaki durante sua palestra no TED Talks.

1 – Gere valor

Focar o seu trabalho em mudar o mundo e a vida das pessoas é a maneira mais inteligente de buscar inovação.

“Quando você começa um projeto focado em mudar o mundo, provavelmente acabará ganhando dinheiro no processo. Mas quando já começa focado em dinheiro, provavelmente não mudará o mundo… e nem ganhará dinheiro”, explica Guy Kawasaki.

Definir como você quer gerar valor à partir da sua inovação é a estratégia ideal para criar soluções de sucesso.

2 – Crie um mantra

Crie uma frase com três ou quatro palavras e que consiga resumir o que move você ou sua empresa, o porquê de ela existir. A diferença entre criar uma missão e criar um mantra é que a missão fica restrita aos documentos e as paredes internas da empresa. Ninguém, além dos funcionários, se interessa em saber qual a missão da empresa.

Agora um mantra não. Um mantra é uma frase curta, objetiva e que pode ser facilmente memorizada. Mantra é diferente de slogan porque o mantra deve explicar porque sua empresa existe e, portanto, tem fins organizacionais. Já o slogan é uma frase de fins comerciais.

Por exemplo, o mantra da Nike é “Authentic Athletic Performance (Autêntica Performance Atlética), enquanto seu slogan é “Just do it”. `Percebe a diferença?

Slogan e mantra são duas coisas diferentes. enquanto o slogan da Nike é Just do It (Apenas faça) seu mantra é Authentic Athletic Performance (Autêntica Performance Atlética).
Slogan e mantra são duas coisas diferentes. Enquanto o slogan da Nike é Just do It (Apenas faça) seu mantra é Authentic Athletic Performance (Autêntica Performance Atlética).

3 – Pule para a próxima curva

Ficar preso a curva que você está mata qualquer processo de inovação. As vezes tudo o que um projeto precisa para deslanchar é que você pule para a próxima fase.

Guy Kawasaki explica que a maioria das empresas se limitam ao que fazem e não aos benefícios que trazem. Eis a principal explicação de porque elas não inovam. Grandes inovações acontecem quando empresas vão para a próxima curva. Do telefone para a internet, não do telefone para outro telefone, por exemplo.

4- Lance os dados

Grandes produtos precisam se atentar a 5 caracteríticas: 

  • profundidade para enxergar além do que se espera deles;
  • inteligência de mercado para oferecer algo a mais;
  • completos no que se propõem a oferecer;
  • empoderadores para ajudar o usuário a se tornar mais criativo e melhorar sua vida;
  • elegantes: a interface importa, o design é importante e precisa ser cuidadosamente pensado.

5 – Não se preocupe, seja ruim

Kawasaki parafraseou o título da clássica música de Bobby McFerrin, Don’t Worry Be Happy, para falar sobre como as vezes é mais importante errar mas colocar a mão na massa do que ficar esperando pelo projeto perfeito. 

Do ponto de vista da inovação, tirar um projeto do papel e depois ajustar o que possivelmente precise de melhorias é mais inteligente do que fazer e refazer o projeto mil vezes em busca de uma concepção que seja perfeita.

“Isso não significa que você deva entregar coisas que sejam ruins, significa que deve colocar em prática ideias revolucionárias e inovadoras, mesmo que elas tenham elementos que precisem ser melhorados na próxima etapa”, conclui Kawasaki.

Tirar um projeto do papel e depois ajustar o que precise de melhorias é mais inteligente do que fazer e refazer o projeto mil vezes em busca de uma concepção que seja perfeita.
Tirar um projeto do papel e depois ajustar o que precisa de melhorias é mais inteligente do que fazer e refazer o projeto mil vezes em busca de uma concepção que seja perfeita.

6 – Deixe 100 flores desabrocharem

Durante um processo de inovação, você pode até achar que conhece bem o seu usuário e como ele usará seu produto. Mas, ao trazer a inovação ao mundo, pode acabar sendo surpreendido pela maneira como seu produto será usado. 

“Não seja orgulhoso. Posicionamento e marca devem se adaptar ao que o cliente decide, não ao que a empresa havia decidido”, aconselha Guy Kawasaki.

Leia também: Conheça Abstract – a série da Netflix que todo criativo deveria ver

7 – Polarize o público

Grandes produtos que trazem inovação inevitavelmente vão polarizar o público. Muitos vão amar, alguns vão odiar. Tentar criar algo inovador que seja unanimidade é vaidade, é inviável.

8 – Agite as ideias!

Um produto nunca está realmente finalizado. Quando você acha que finalmente chegou a um patamar interessante com um produto, é hora de agitar a ideia e se perguntar qual pode ser o próximo passo. 

9 – Busque equilíbrio

O segredo de um projeto de sucesso é encontrar equilíbrio entre inovação e valor. Um produto inovador mas sem valor não se sustenta. Da mesma forma, um produto que compete por valor mas não inova está fadado a desaparecer.

Quando você tem uma ideia que é inovadora e que promete agregar valor, eis algo que precisa ser levado adiante.

Encontrar o equilíbrio entre inovação e valor é o segredo do sucesso de uma empresa, diz guy kawasaki
Encontrar o equilíbrio entre inovação e valor é o segredo do sucesso de uma empresa.

10 – Aperfeiçoe seu discurso

Pessoas inovadoras precisam aprender a discursar. Pode parecer que não, mas há uma fórmula para isso. O segredo é começar com uma introdução de impacto, algo que faça a plateia imediatamente te dar atenção. Poucos slides, pouco texto, letras grandes e recursos visuais ajudam a complementar a apresentação.

11 – Não deixe os palhaços te intimidarem

Quanto mais você se destacar, mais pessoas vão tentar te desacreditar. Não permita que eles consigam. Muitas vezes, pessoas fracassadas chegarão até você travestidas de pessoas bem sucedidas que têm conselhos construtivos para te dar, Muita atenção a esses.

Apesar de aparentemente simples, os conselhos de Guy Kawasaki vêm de alguém que possui décadas de mercado e atuou em algumas das maiores e mais inovadoras empresas do mundo. Portanto, não são palavras vazias, são ações que realmente funcionam quando bem aplicadas. 

Leia também: Design Sprint – a metodologia de aceleração de projetos do Google

Deixe uma resposta