como funcionam os marketplaces

Como funcionam os marketplaces?

Marketplaces são grandes sites de vendas que contam com centenas de lojistas oferecendo seus produtos. Pense neles como sendo shoppings virtuais. 

Mas como funcionam os marketplaces? Esses espaços possuem características específicas que podem fazer deles canais atrativos para quem quer vender pela internet. A seguir, você vai entender melhor quais características são essas.

O que são marketplaces?

Marketplaces são grandes sites de e-commerce que permitem que lojistas criem contas e passem a divulgar seus produtos.

Os lojistas cadastrados podem usufruir da estrutura do site, incluindo plataforma de cadastramento de produtos, divulgação, registro dos pedidos, emissão de notas, escolha de frete e por aí vai.

Os marketplaces são plataformas muito populares dentre aqueles empreendedores que querem começar no e-commerce. E o motivo é simples: eles podem abrir suas lojas em sites grandes, com um elevado volume de tráfego e uma estrutura fácil de usar. Mas, o que precisam pagar em troca?

Quanto custa vender em marketplaces?

Os marketplaces trabalham com dois tipos de cobrança: mensalidade + comissão por item vendido ou apenas comissão por item vendido. Tudo depende do site escolhido.

A Amazon, por exemplo, cobra comissão + mensalidade. Já a Via Varejo (dona das Casas Bahia, Ponto Frio e Extra) cobra apenas a comissão por item vendido, de acordo com a tabela de comissões.

A B2W (dona das Lojas Americanas, Submarino e Shoptime) cobra 16% sobre o valor do item + taxa fixa de R$5,00 por venda. Já o Mercado Livre cobra apenas comissão por venda.

A comissão cobrada pelos marketplaces varia de acordo com a categoria do item. É importante pesquisar sobre as tabelas de comissões cobradas antes de abrir uma loja no site, pois esse valor precisará ser considerado na hora de precificar o produto para venda.

vender na Amazon e em outros sites grandes envolve o pagamento de comissões por vendas
Os marketplaces são vantajosos para quem está começando no e-commerce. (Foto: FreePik)

Como cadastrar produtos em marketplaces?

Os marketplaces possuem bancos de dados onde vão sendo armazenadas as informações de produtos cadastrados. Sendo assim, se você vende marcas famosas ou produtos conhecidos, muito provavelmente será fácil cadastrar os produtos da sua loja, pois o sistema puxará informações já existentes. Caberá a você preencher alguns dados como quantidade de estoque e preço.

Por outro lado, se você vende produtos que não constam no sistema, será necessário cadastrar o produto do zero, o que pode ser um pouquinho mais trabalhoso. A notícia boa é que o processo só precisará ser feito uma vez.

Preciso de CNPJ e nota fiscal para vender em marketplaces?

Alguns marketplaces até permitem o cadastro com CPF e emissão de declaração de conteúdo, mas do ponto de vista fiscal essa é uma decisão equivocada. É sempre prudente enviar a nota fiscal ao cliente junto com o pedido ou uma versão eletrônica por e-mail.

O ideal é ter um CNPJ e estar apto a emitir nota fiscal, para que todos os processos da sua loja virtual estejam de acordo com a lei. Esse documento atesta a procedência da mercadoria e integridade da operação.

Vale lembrar que o MEI também possui CNPJ e pode emitir nota fiscal. Portanto, é muito simples ter um CNPJ hoje em dia.

descubra como funcionam os marketplaces
A cobrança de taxa nos marketplaces varia muito dependendo do site. (Foto: FreePik)

Vale a pena vender em marketplaces?

Vender em marketplaces vale a pena para lojistas que estão começando no e-commerce e não têm capital para investir em suas próprias lojas virtuais. Como vimos, muitos grandes marketplaces não cobram mensalidade, apenas comissão por venda. Ou seja, se não vender, não vai ter que pagar.

Por outro lado, as comissões cobradas podem abocanhar uma parcela importante do lucro. Por isso, é importante se atentar à precificação e garantir que a venda não trará prejuízos mesmo após descontar o valor cobrado pelo site.

Além do mais, é essencial aprender a usar o marketplace escolhido e entender como sua loja pode se destacar lá dentro. Lembre-se que existem centenas de lojistas vendendo no mesmo site, muitos deles comercializando produtos iguais ou parecidos com os seus.

Uma dica é descobrir como anunciar seus produtos no marketplace. Ou talvez usar as redes sociais do seu negócio para atrair clientes para a sua loja.

Por fim, sempre peça para os clientes avaliarem o produto comprado e deixar um comentário. Os clientes tendem a preferir produtos que já foram avaliados, porque isso transmite confiança. 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s