quais sao as melhores empresas para trabalhar no Brasil

LinkedIn divulga ranking das 25 melhores empresas para trabalhar no Brasil

Maior rede social empresarial do mundo, o LinkedIn divulgou a 5ª edição de seu ranking Top Companies 2021, que traz a lista das 25 melhores empresas para trabalhar no Brasil em 2021. O mesmo estudo foi feito em diversos outros países, como os Estados Unidos, a França, a Alemanha, o Japão e o Reino Unido.

Para elaborar o ranking das 25 melhores empresas para trabalhar no Brasil, a rede social usou dados exclusivos do LinkedIn e dos profissionais que estão na rede, não contando com levantamento de dados externos.

Dessa maneira, o ranking espera estar mais próximo de elencar as empresas comprometidas com o bem-estar dos funcionários e menos preso a dados e números de mercado – que até podem atestar a saúde financeira da organização, mas não dizem muito sobre o ambiente de trabalho.

A seguir, confira como foi a metodologia empregada para chegar até as 25 melhores empresas para trabalhar no Brasil em 2021, além de descobrir quais empresas são essas.

Melhores empresas para trabalhar no Brasil em 2021

Essa já é a 5ª edição anual do Top Companies, sendo que a edição deste ano contemplou as 25 melhores empresas para trabalhar no Brasil. Confira quais são as empresas listadas e mais abaixo entenda como o LinkedIn chegou até esse resultado.

1 – Itaú Unibanco (banco)

2 – BASF (indústria química)

3 – Bradesco (banco)

4 – Daimler AG (indústria automobilística)

5 – SAP (tecnologia)

6 – Sanofi (farmacêutica)

7 – Santander (banco)

8 – Dell (tecnologia)

9 – CNH Industrial (maquinário)

10 – Kraft Heinz (indústria alimentícia)

11 – WEG (engenharia industrial)

12 – JPMorgan Chase & Co (financeiro)

13 – GE (engenharia industrial)

14 – Mondelèz (indústria alimentícia)

15 – P&G (bens de consumo)

16 – Energisa (energia elétrica)

17 – JBS (indústria alimentícia)

18 – Vivo/Telefônica (telecomunicações)

19 – McKinsey & Company (consultoria)

20 – Citi (banco)

21 – BAT (tabaco)

22 – B3 (bolsa de valores)

23 – Facebook (tecnologia)

24 – Pzifer (farmacêutica)

25 – Servier (farmacêutica)

No próprio LinkedIn, você pode conferir detalhes sobre cada uma das organizações apontadas como as 25 melhores empresas para trabalhar no Brasil.

18 das 25 empresas citadas possuem sede no estado de São Paulo. Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e Minas Gerais também são apontados como pólos de atuação ou influência direta das melhores empresas para trabalhar no Brasil. 

Leia também: 10 sites para fazer cursos de marketing digital de graça!

Para escolher quais são as melhores empresas para trabalhar no Brasil, o LinkedIn usou critérios como cultura organizacional, oportunidades de promoção e formação acadêmica. (Foto: Unsplash)

Metodologia para descobrir as melhores empresas para trabalhar no Brasil 

A metodologia adotada pelo LinkedIn para escolher as 25 melhores empresas para trabalhar no Brasil está amparada em sete pilares: estabilidade na empresa, capacidade de avançar, desenvolvimento de competências, afinidade com a empresa, diversidade de gênero, formação acadêmica e oportunidades externas. Entenda cada um desses pilares:

📌 Estabilidade na empresa: acompanha a rotatividade de funcionários no último ano e leva em consideração a porcentagem de funcionários que permanece na organização por pelo menos três anos

📌Capacidade de avançar: esse pilar analisa o avanço profissional dos funcionários, especialmente no que diz respeito a promoções

📌Desenvolvimento de competências: análise de como os colaboradores da empresa estão adquirindo habilidades enquanto trabalham na mesma

📌 Afinidade com a empresa: esse critério mede se a empresa tem uma cultura organizacional pautada em oferecer apoio aos funcionários, além de analisar quão conectados são os colaboradores da organização no LinkedIn

📌Diversidade de gênero: pilar que avalia os índices de igualdade de gênero em uma empresa, bem como os esforços para melhorar esse aspecto

📌 Formação acadêmica: tal critério analisa os níveis acadêmicos dos funcionários

📌 Oportunidades externas: esse pilar analisa o número de funcionários na empresa que são sondados e contratados por outras empresas usando ferramentas do LinkedIn

Fizeram parte da análise apenas empresas com pelo menos 500 funcionários trabalhando no Brasil até 31 de dezembro de 2020 e que apresentaram índice máximo de rotatividade de 10% no período entre 1º de janeiro de 2020 a 31 de dezembro de 2020.

Siga o Plugar Ideias no Instagram e fique por dentro de novidades sobre marketing, criatividade e muito mais!

Deixe uma resposta