O que sao fluxos de nutricao em crm

O que são fluxos de nutrição em marketing?

Se você trabalha ou pretende trabalhar com marketing vai ouvir falar muito sobre fluxos de nutrição, um dos pilares do CRM. Essa estratégia de comunicação é cuidadosamente criada visando a conversão de possíveis clientes ou manutenção daqueles que já conhecem a marca.

Mas você sabe o que são fluxos de nutrição, como eles são desenhados e para que servem? A seguir, você vai entender todas essas questões.

O que são fluxos de nutrição?

CRM é a área que transita entre marketing e vendas. É responsável pela relação com clientes e também com possíveis clientes (leads). Essa relação se dá através de e-mail, mensagens de celular, ligações e por aí vai. Quando falamos especificamente dos e-mails, há toda uma técnica para construir um fluxo de e-mails que conduza o consumidor a realizar uma ação pretendida pela marca. A esse fluxo de e-mails é dado o nome de fluxo de nutrição.

Como o próprio nome sugere, o fluxo de nutrição visa nutrir a atenção e a vontade do consumidor preparando ele para realizar uma ação. Um fluxo de nutrição não tem um número ideal de e-mails, tudo depende da estratégia e também da localização do grupo de clientes impactados no funil de vendas.

Por exemplo, um grupo de e-mails de leads, que são pessoas que ainda não são clientes, demandará a construção de um fluxo apresentando a empresa, suas soluções e oferecendo benefícios a esse público.

Já um grupo de e-mails composto por clientes que já conhecem a marca demandará a criação de e-mails completamente diferentes. 

Construir fluxos de nutrição é mais complicado do que se imagina e demanda muitos testes. Existem plataformas automatizadas que fornecem insights sobre abertura de emails, cliques em botões e por aí vai. À partir dessas informações, alterações podem ser feitas visando criar fluxos cada vez mais assertivos. 

É fundamental que o profissional que esteja à frente do CRM e da criação de fluxos saiba respeitar o cliente. A pior coisa que poderia ser feita é bombardear leads e clientes com muitos e-mails, o que pode acabar gerando uma percepção negativa da marca e até a perda daquele contato. 

Quando bem executados, os fluxos de nutrição podem trazer novos clientes para a empresa e também fidelizar aqueles que já conhecem a marca.
Quando bem executados, os fluxos de nutrição podem trazer novos clientes para a empresa e também fidelizar aqueles que já conhecem a marca.

O que não pode faltar em um fluxo de nutrição?

Alguns elementos precisam ser levados em consideração na construção de um fluxo de e-mails eficiente. São eles:

Atenção ao texto: não escreva muito e seja assertivo. Preste atenção à gramática e sintetize o que você precisa dizer da melhor maneira que conseguir. Criatividade é sempre bem-vinda. Use técnicas de copywriting e estude seu público para saber quais gatilhos mais funcionarão com ele;

Atenção ao público: a separação dos e-mails em listas que ajudam a definir em qual ponto aquele contato está é fundamental. Conforme dito acima, as estratégias para conversar com leads serão completamente diferentes das estratégias para conversar com clientes assíduos, por exemplo. Muitas vezes o fracasso nas estratégias de CRM não está na comunicação em si, mas numa má segmentação dos contatos, ou seja, a mensagem está sendo enviada para o público errado;

Ofereça benefícios: é importante que você ofereça benefícios a quem está recebendo aquele e-mail. Enviar e-mail apenas por enviar é um erro e vai fazer com que sua taxa de abertura caia gradativamente;

Crie um calendário: o próprio termo “fluxo” já sugere algo contínuo. Portanto, crie um calendário de modo a manter a comunicação contínua com sua base, sem ser insistente demais;

Use ferramentas automatizadas: entender como sua base de contatos está interagindo com seu fluxo de nutrição é fundamental. Para isso, use os dados fornecidos for ferramentas de automação como o Hubspot e o RD Station. À partir dos resultados das suas ações será possível definir se vale a pena continuar na linha que se está ou se é necessário repensar as estratégias.

Estabeleça objetivos: seu fluxo deve ter um objetivo claro. Se esse objetivo não for alcançado, é preciso que você consiga descobrir porque isso aconteceu.

Criar fluxos de nutrição é uma das tarefas mais importantes do CRM e do Inbound Marketing. Quando bem feitos, esses fluxos podem trazer novos clientes para a empresa e também fidelizar aqueles que já conhecem a marca.

Deixe uma resposta