filme musica para morrer de amor estreia no streaming

Música Para Morrer de Amor, filme baseado em peça de teatro chega ao streaming

Quando o diretor Rafael Gomes filmou Música Para Morrer de Amor ele jamais imaginaria que o mundo estaria do jeito que está em 2020. Mas como não adianta chorar por aquilo que não pode ser mudado, resta se adaptar ao novo normal. Inicialmente programado para uma estreia que contemplaria os cinemas de todo o Brasil, os produtores do filme precisaram mudar os planos e fazer uma estreia mais modesta em cines drive-in e nos serviços de streaming.

Música Para Morrer de Amor, drama nacional protagonizado por Caio Horowicz (Felipe), Mayara Constantino (Isabela) e Victor Mendes (Ricardo), conta uma história de amor moderno centrada nos três protagonistas e suas histórias de coração partido. O filme foi baseado na peça de teatro Música Para Cortar os Pulsos, escrita pelo próprio diretor Rafael Gomes. A peça percorreu o Brasil entre 2010 e 2013 e foi aclamada pela crítica. A seguir, você vai conhecer um pouco mais sobre o filme.

Música Para Morrer de Amor: drama, romance e uma trilha inspiradora

Embalado por uma eclética trilha sonora nacional composta por Milton Nascimento, Tim Bernardes, Fafá de Belém, Clarice Falcão e Maria Gadú, Música Para Morrer de Amor nos convida a conhecer as histórias de amor, frustrações e surpresas envolvendo os protagonistas. 

Isabela (Mayara Constantino) teve seu coração partido por Gabriel (Ícaro Silva) e precisa aprender a lidar com isso. Felipe (Caio Horowicz) sonha em viver uma grande paixão, enquanto isso seu colega de trabalho Ricardo (Victor Mendes) esconde uma paixão por ele. Em determinado momento, Felipe se envolve com Isabela e também descobre a paixão de Ricardo. O filme se desenrola a partir dessa maré de sentimentos.

“Não sei como as pessoas conseguem dar nome para sentimentos. Quando eu digo amor e você diz amor quem disse que a gente está falando da mesma coisa?” pergunta Isabela a Ricardo ainda no começo do filme.

“Eu acho que existe no filme uma lógica de desavergonhamento, porque o romântico às vezes é lido como cafona, excessivo e brega, mas eu adoro isso. Eu não acho nem que o filme é romântico, mas sentimental. E ele é isso, assumidamente, desde a primeira cena”, explica o diretor Rafael Gomes.

A estrutura da trama foi completamente modificada para o cinema. No teatro, a história era contada por meio de monólogos. No cinema, o roteiro foi escrito para dar maior fluidez ao drama.

Leia também: Normal People – a série que nos lembra que os caminhos da vida não são lineares

Ricardo  é apaixonado por Felipe, que se interessa pelo rapaz mas descobre um forte sentimento por Isabela. Esse é o enredo de Música Para Morrer de Amor.
Ricardo é apaixonado por Felipe, que se interessa pelo rapaz mas descobre um forte sentimento por Isabela. Esse é o enredo de Música Para Morrer de Amor.

A importância da trilha sonora

A trilha sonora, obviamente, é o quarto protagonista de Música Para Morrer de Amor e tem papel fundamental para ajudar a ilustrar o furacão de sentimentos dos personagens. Ela foi criada numa parceria entre Gomes e Marcos Preto, o diretor musical do filme. São 35 músicas que tocam ao longo do filme, incluindo uma nova versão de Trovoa, na voz de Maria Gadú

“No fundo, todo mundo tem uma música para morrer de amor ou para cortar os pulsos. Existe um lado sentimental pulsando nos corações de todo mundo. E o filme assume isso sem medo. Até porque essa história não pode ser comedida – ou transborda ou não existe”, diz Gomes.

Impedido de estrear nos cinemas, Música Para Morrer de Amor fez uma estreia modesta em alguns cines drive-in e agora poderá ser assistido por um público maior por meio de serviços de streaming. O drama agora está no catálogo do NET Now, do Vivo Play e do Oi Play. Também chegou ao YouTube em HD, onde pode ser alugado ou comprado.

A ideia de Rafael Gomes é levar a peça novamente aos teatros em breve, assim que a situação se normalizar. Para isso, o diretor convidou o trio de protagonistas do filme para reviverem seus papéis no palco.

Além de Caio Horowicz, Mayara Constantino e Victor Mendes, o filme conta com participações de Ícaro Silva, Denise Fraga, Maria Gadú e Milton Nascimento. Confira o trailer:

Leia também: Conheça a coluna de jornal que inspirou a série Modern Love

Deixe uma resposta