Monetização do TikTok app anuncia criação de fundo de USD 200 milhões

Monetização do TikTok: rede social anuncia criação de fundo de USD 200 milhões

Rede Social mais popular do mundo no primeiro semestre deste ano, o TikTok é bastante criticado por criadores de conteúdo por não oferecer possibilidades de monetização dos conteúdos – o que leva muitos criadores a buscarem outras plataformas. Pois bem, isso parece estar prestes a mudar.

A empresa por trás da plataforma anunciou que está criando um fundo de USD 200 milhões para estruturar a monetização do TikTok. Embora não tenha dado todos os detalhes sobre como isso vai funcionar, já foram divulgadas algumas informações importantes.

Como vai funcionar a monetização do TikTok

A primeira coisa que precisa ser dita é que o fundo de USD 200 milhões servirá para implementar a monetização do TikTok apenas nos Estados Unidos. O país foi o escolhido para ser o primeiro a testar a novidade. 

Para se tornar apta a ser monetizada, a conta do criador de conteúdo precisará ter um número mínimo de seguidores – que ainda não foi divulgado. Além disso, o criador precisa ter mais de 18 anos e ter uma alta frequência de postagens.

Pelos requisitos, deu para perceber que o TikTok dará preferência aos criadores que se dedicam mais à rede social do que a qualquer outra. Incentivo à produção de conteúdo inédito e exclusivo para a plataforma também está no radar da empresa.

Por hora, apenas alguns criadores dos Estados Unidos estão sendo convidados para testar modelos de monetização do TikTok e receber dinheiro do fundo. A ideia é avaliar o modelo, expandi-lo para todo o país e, só então, levar a iniciativa para outros países.

Em nota, o TikTok explicou que o fundo visa “ incentivar aqueles que sonham em usar suas vozes e criatividade para estimular carreiras inspiradora”. A rede destaca ainda que “o fundo dos EUA começará com US $ 200 milhões para ajudar a apoiar criadores ambiciosos que buscam oportunidades para promover a subsistência por meio de seu conteúdo inovador. O fundo será distribuído ao longo do próximo ano e deverá crescer ao longo desse tempo”.

A monetização do TikTok é esperada há um bom tempo. Apesar de ter sido a rede mais baixada do mundo esse ano, a plataforma ainda não remunera seus criadores de conteúdo.

Monetização do TikTok já era esperada

Youtube, Instagram e outras redes já possuem suas políticas de monetização. O TikTok ainda não havia dado nenhum passo concreto em relação ao assunto, o que estava fazendo com que grandes produtores migrassem para apps concorrentes em busca de mais incentivo.

Além disso, o Instagram vem investindo pesado tanto na estruturação de programas de monetização quanto na popularização da ferramenta Reels, tudo isso para tornar a plataforma mais atrativa do que o TikTok.

Mesmo com todas essas questões, o TikTok foi o grande app revelação de 2019 e dados do primeiro semestre de 2020 já mostram que ele foi o aplicativo mais baixado do mundo e o terceiro mais rentável no período

Era de se esperar, portanto, que o TikTok se manifestasse sobre remunerar os milhares de criadores ao redor do mundo que estão ajudando a construir esse império. Ou era isso, ou a plataforma iria acabar perdendo cada vez mais público para os concorrentes.

Siga o Plugar Ideias no Instagram e ajude o blog a espalhar conhecimento para cada vez mais pessoas!

Deixe uma resposta