Design Sprint: conheça a metodologia de aceleração de projetos do Google

Design Sprint: conheça a metodologia de aceleração de projetos do Google

No mundo ideal, muitos profissionais gostariam de ter tempo ilimitado para resolver problemas ou apresentar ideias criativas. Mas no mundo real as coisas são bem diferentes e a maioria dos problemas requerem soluções rápidas. O Google Design Sprint é um método que tenta aliar rapidez à eficiência nos processos do desenvolvimento de novos produtos ou serviços.

Trata-se de uma técnica criada pelo Google que ficou famosa em todo o mundo e passou a ser replicada por outras empresas que buscavam acelerar o teste e a validação de ideias, para que novas soluções se desenvolvessem de maneira muito mais rápida, sem abrir mão da criatividade. A seguir, vamos entender um pouco mais sobre o que é esta técnica e como aplicá-la.

O que é o Google Design Sprint

Design Sprint é um exercício desenvolvido pelo Google que busca acelerar projetos e concretizar ideias em apenas 5 dias. Na técnica, um grupo de participantes das mais diversas áreas é reunido e, em cinco dias, eles precisam cumprir um roteiro pré-elaborado de atividades para que, ao final do exercício, um protótipo seja entregue finalizado e testado.

O preceito do Design Sprint é ousado: em 40 horas de trabalho (8 horas por dia) uma ideia deve ser conceituada, analisada, desenhada, prototipada e testada. Esse processo geralmente levaria meses em uma empresa tradicional.

Para que tudo dê certo, o grupo de trabalho precisa se dedicar de corpo e alma durante os cinco dias de trabalho. Precisam ainda ter uma estrutura que os permita trabalhar de maneira eficiente.

Quais são os 5 passos do Design Sprint

Cada um dos 5 dias do Design Sprint é esboçado em um roteiro que deve ser seguido à risca para que a estratégia funcione. Vamos a esse roteiro:

Dia 1: Entender e Mapear

A ideia que motivou o exercício deve ser exaustivamente debatida no dia 1. Será preciso analisar questões como: quais serão os usuários do produto/serviço, em qual contexto eles vivem, como está o mercado em questão, quais são os principais concorrentes e como seria a estratégia para entrar nesse mercado e se destacar da concorrência.

Dia 2: Esboçar

Todas as ideias e informações levantadas no dia 1 devem ser refinadas para que as melhores deem origem ao esboço do projeto. É hora de esboçar as ideias no papel e debater os possíveis problemas encontrados, para que o desenho seja adaptado até que se chegue a um resultado que agrade ao grupo.

Dia 3: Desenhar

Com os esboços prontos, é o momento de desenhar a versão definitiva do produto. Também deve-se criar um storyboard que mostre a usabilidade do produto e auxilie na próxima etapa: o protótipo.

Dia 4: Prototipar

Esse é o dia de colocar a mão na massa. Com o protótipo desenhado, é hora de tirar o projeto do papel e transformá-lo em algo concreto. 

Dia 5: Testar

No último dia do Design Sprint, é hora de pegar o protótipo construído no dia anterior e testá-lo. Esse é o momento de receber feedbacks, analisar usabilidade, design e todas as outras questões que forem pertinentes.

Os cinco passos do Design Sprint devem ser seguidos a risca para que a metologia dê certo.

Seguindo o roteiro acima, em 5 dias sua empresa terá um protótipo testado e muitas informações valiosas que poderão ser analisadas para a tomada de decisões sobre se o produto irá ou não ser desenvolvido em maior escala.

Além de rápido, o Design Sprint desenvolvido pelo Google é uma técnica muito barata e que ajuda equipes a cooperar e a potencializar sua criatividade. Startups, grupos acadêmicos e pequenos negócios podem tirar muito proveito dessa metodologia ágil de design.

Nem sempre o exercício vai chegar a um produto satisfatório. Mesmo assim, as dificuldades encontradas poderão servir de aprendizado para futuros exercícios. Como tudo nessa vida, o Design Sprint tende a trazer resultados cada vez melhores à medida que é praticado mais vezes.

Siga o Plugar Ideias no Instagram. Lá você confere dicas e informações diárias sobre marketing e criatividade. 

Leia também10 sites para fazer curso de marketing digital online e gratuito

2 comentários sobre “Design Sprint: conheça a metodologia de aceleração de projetos do Google

Deixe uma resposta