confira 10 dicas para produzir vídeos verticais para Instagram e outras plataformas

10 dicas para produzir vídeos verticais para Instagram e outras plataformas

O Instagram anunciou recentemente que pretende começar a monetização de vídeos do IGTV e também das lives. Em outra frente, o Youtube vê um aumento cada vez mais significativo da publicação de vídeos verticais na plataforma. Tudo isso aponta que o mercado está olhando com mais atenção para a produção de vídeos verticais. Mas como gravar bons vídeos verticais para Instagram e outras plataformas?

A seguir você confere algumas dicas importantes que devem ser levadas em consideração quando você for planejar a gravação de vídeos verticais. Mãos a obra!

O formato de um vídeo vertical 

Como você sabe, vídeos verticais são gravados diretamente pela câmera do smartphone na posição vertical. Por um lado é mais prático e mais fácil de gravar. Por outro, te dá um espaço de tela menor, o que pode limitar as suas possibilidades de criação – ou te forçar a sair da sua zona de conforto.

Um vídeo vertical deve ser gravado na proporção 9:16. Essa geralmente já é a proporção padrão das gravações em vídeo do seu smartphone. Mas caso precise adaptar um conteúdo horizontal para uma plataforma vertical, já sabe que deverá editar o vídeo nessa proporção.

Onde postar vídeo vertical?

O Instagram é, sem dúvidas, o protagonista quando falamos em vídeos verticais. Temos os stories (vídeos curtos) e temos o IGTV (vídeos mais longos).

Como você provavelmente já sabe, cada “storie” deve ter no máximo 15 segundos, mas caso o vídeo seja maior, o próprio Instagram divide ele no número de stories correspondentes. O stories do Instagram é uma ferramenta cujo foco do conteúdo varia desde publicidade, até dicas rápidas e conversas diretamente com o público. 

Embora sejam mais populares no Instagram, os stories dominaram praticamente todas as redes sociais. É possível postar stories no Facebook, no Twitter, no WhatsApp e até no LinkedIn! Em todas essas plataformas, o storie cumpre a mesma função de ser um vídeo curto e que geralmente retrata o momento.

Ainda sobre vídeos curtos, plataformas como o TikTok e o novo Tangi são o que há de mais novo em termos de canais focados em vídeos verticais. Em ambos os apps, o vídeo deve ter no máximo 1 minuto.

Quando falamos do IGTV, o formato é o mesmo dos stories (9:16). É possível postar conteúdo em alta definição (HD) de até 10 minutos. O IGTV é mais usado para postar tutoriais, demonstrações, entrevistas e quaisquer outros conteúdos que demandem mais tempo. Em geral, stories é uma produção mais simples e despojada, enquanto IGTV demanda uma produção maior.

Por fim, o Youtube também suporta o upload de vídeos verticais. Embora esse tipo de vídeo não seja o ideal para a plataforma, nota-se que cada vez mais produtores de conteúdo estão usando o Youtube para postar conteúdos verticais. Até mesmo artistas musicais já estão fazendo upload de versões verticais de seus videoclipes.

Iluminação, som, enquadramento… belos vídeos verticais para o Instagram exigem atenção aos detalhes.

Dicas para gravar bons vídeos verticais para o Instagram

A seguir, separamos algumas dicas que podem te ajudar a obter mais sucesso ao produzir vídeos verticais para Instagram, IGTV, TikTok e outras plataformas. Veja só:

1 – Defina o canal: primeiro você deve definir para qual canal irá produzir seu vídeo vertical. Não é porque todas as redes suportam stories que um mesmo storie servbirá para todas as redes. Lembre-se que o público de uma rede como o Instagram, por exemplo, é muito diferente do público de uma rede como o LinkedIn.

2 – Defina o tom e o público: seu vídeo será engraçado e focado no público jovem? Ou será sério e focado em jovens adultos? Seu vídeo será despojado e focado em mulheres que gostam de se maquiar? Ou será uma mini aula com curiosidades sobre um fato histórico? É fundamental que você tente imaginar para quem aquele vídeo vertical se destina e qual será o tom de fala e edição dele. Não se preocupe se isso parecer difícil no começo – realmente é. A maioria dos grandes produtores de conteúdo só encontrou seu tom e seu público após um tempo considerável tentando. 

3 – Se atente à iluminação: faça testes para saber em qual lugar a luz fica melhor. Se possível, use equipamentos de iluminação para garantir que seu conteúdo ficará claro. Até mesmo um simples storie corriqueiro precisa de uma boa iluminação

4 – Se atente ao som: tão importante quanto uma boa iluminação é uma boa sonoplastia. Nem todos têm acesso a equipamentos sonoros, mas algumas dicas já garantem um bom resultado: prefira um lugar silencioso e que não produza muito eco (carpetes e tapetes ajudam a abafar o som). Fale perto do aparelho e faça testes de som para garantir que está falando em um tom de voz claro e audível. 

5 – Crie um roteiro: não precisa escrever cada palavra do que vai falar, mas pelo menos estruture suas ideias no papel antes de iniciar sua gravação. Essa “cola” será muito útil para te ajudar a não se perder.

6 – Não grave diretamente no Instagram: quando estamos falando de conteúdo profissional, não grave diretamente no Instagram. Primeiro porque a qualidade da gravação no aplicativo é inferior a qualidade de gravação do seu aparelho e segundo que é muito melhor ter o material bruto gravado para ser editado do que subir ele sem edição. Com o vídeo em mãos, você pode ajustar iluminação, som e até adicionar trilha sonora e outros efeitos.

Uma boa edição pode transformar o seu material bruto em um vídeo com potencial para conquistar a internet.

7 – Não tenha medo de editar: mesmo que você não tenha prática em edição de vídeos verticais para Instagram e outras plataformas, tente! Treine, experimente aplicativos e programas gratuitos… é ousando que se aprende. Alguns apps de edição que você pode usar são: InShot, GoPro, KineMaster e VivaVideo.

8 – Use tripé e se atente ao enquadramento: se você tiver um orçamento mínimo para investir na produção de vídeo vertical, a primeira aquisição recomendada é um tripé. Ele garantirá que seu celular estará bem posicionado e a gravação não sairá tremida. Em relação ao enquadramento, um vídeo vertical geralmente limita sua área de cena, por isso você precisa ser criativo em relação ao cenário e a posição da pessoa que estará frente às câmeras.

9 – Cultive uma lista de inspirações: a melhor maneira de produzir vídeos verticais cada vez mais criativos é tendo um bom repertório de inspirações. Siga pessoas que produzem conteúdo que te inspirem. Se atente a como elas gravam e editam seus vídeos. Procure saber se elas mesmas não divulgam esses processos (a maioria divulga). O Tangi, app do Google, é uma boa plataforma para buscar e guardar inspirações em vídeos verticais.

10 – Esteja aberto a feedbacks: pergunte a seus amigos o que eles estão achando dos conteúdos – e esteja aberto a críticas construtivas. Leia os comentários de seus seguidores sobre o conteúdo, veja o que está dando certo e o que precisa melhorar. A melhor maneira de se tornar um grande produtor de vídeos verticais para Instagram e outras plataformas é não desistir e estar aberto a se aprimorar constantemente.

Espero que as dicas acima te ajudem a se planejar melhor para se tornar um produtor de vídeos verticais para Instagram, TikTok e outras plataformas. Lembre-se: ninguém começa 100% perfeito, mas é fundamental começar de algum lugar.

Siga o Plugar Ideias no Instagram e ajude o blog a crescer e espalhar conhecimento a mais e mais pessoas! Lá você confere dicas e informações diárias sobre marketing e criatividade. 

Um comentário sobre “10 dicas para produzir vídeos verticais para Instagram e outras plataformas

Deixe uma resposta