Hotmart começa a bloquear produtores e afiliados que prometem ganho fácil

Hotmart começa a bloquear produtores e afiliados que prometem ganho fácil

A Hotmart, plataforma de comercialização e distribuição de produtos digitais, veio a público comunicar que vai começar a tomar providências para bloquear do site aqueles produtores e comercializadores de conteúdo que usarem de propaganda falsa para vender. Promessas de ganhos estratosféricos e fáceis serão o alvo da ação.

A seguir, você vai entender mais sobre o que é a Hotmart e porque a empresa decidir tomar essa atitude, Vamos lá?

O que é a Hotmart?

Hotmart é uma plataforma brasileira fundada em 2011 e que hospeda cursos e outros produtos digitais. Um criador de conteúdo anuncia seu curso na plataforma e, em troca de uma taxa de serviço, pode vender seu produto digital para todo o país. Presente em diversos países e líder do segmento na América Latina, a Hotmart já conta com mais de 90 mil afiliados cadastrados.

Uma pessoa pode usar a Hotmart em duas frentes: como produtora de conteúdo ou como afiliada. O produtor cria seu produto digital, hospeda na plataforma e ganha cada vez que alguém compra seu produto. Já o afiliado trabalha fazendo a divulgação dos produtos e ganha comissão por produto vendido.

Em tese, a missão da plataforma é democratizar o ensino e conectar pessoas especialistas que têm conhecimento valioso a transmitir a públicos em potencial. Mas na prática, a plataforma acabou recebendo um volume alto de pessoas que oferecem produtos digitais que prometem riqueza rápida e afiliados usando de propaganda enganosa para conseguir vender. 

Na Hotmart tanto os produtores de conteúdo quanto os afiliados ganham a partir de vendas. Apesar disso, técnicas enganosas de vendas não são permitidas pela plataforma.

Como a Hotmart vai combater propaganda enganosa?

De olho nesse aumento repentino de produtores de conteúdo e afiliados usando de propaganda enganosa para tentar turbinar suas vendas, a Hotmart veio a público no último dia 17 de junho e emitiu comunicado dizendo que está tomando providências para banir esse tipo de comportamento da plataforma.

“Surgiram alguns usuários fazendo uso indevido de nossos serviços, infringindo não só os Termos de Uso mas, principalmente, desviando o propósito e a missão da Hotmart. Esses usuários e seus produtos que representavam uma parcela muito pequena da nossa plataforma, já foram bloqueados”, explica o comunicado.

A Hotmart já começou a bloquear produtos digitais que prometem dinheiro fácil e a banir afiliados que fazem uso de práticas que vão contra os termos de uso para vender. A plataforma está de olho em pessoas que praticam ações ilegais como “envio de SPAM, promessas de ganho financeiro fácil, uso não autorizado da marca Hotmart, além de incentivos à realização de cadastro com documentos de terceiros”. 

Essa iniciativa da plataforma não é temporária, mas sim permanente. A empresa promete ficar mais atenta para evitar que esse tipo de propaganda enganosa volte a se proliferar na plataforma. A empresa pede, inclusive, que a própria comunidade ajude denunciando produtos e afiliados que ainda estiverem fazendo uso de propaganda enganosa para tentar vender.

Dinheiro arrecadado irá para ONG

No comunicado, a Hotmart explica que o dinheiro que foi arrecadado à partir de produtos que foram bloqueados será direcionado ao projeto social Hotmart UmPorCento.

Trata-se de um projeto da própria Hotmart que conecta instituições de assistência a doadores. Os próprios produtores de conteúdo podem optar por doar uma porcentagem do valor de suas vendas ao projeto.

Leia na íntegra o comunicado emitido pela Hotmart.

Deixe uma resposta