Freefall writing tecnica de escrita livre

Freefall writing: como a técnica de escrita livre te ajudará a ser mais criativo

Já ouviu falar de uma técnica de escrita criativa chamada freefall writing? Simples de executar e muito eficiente, esse exercício vai te ajudar a liberar um potencial que você nem sabia que estava guardado em algum lugar do seu cérebro. 

Nosso cérebro é capaz de coisas incríveis, tanto do ponto de vista criativo quanto ao precisar resolver questões práticas. É natural do ser humano tentar racionalizar todos os problemas que encontra, visando achar uma solução mais fácil e prática o possível.

Do ponto de vista da evolução, isso nos permitiu encontrar soluções rápidas para sobrevivermos e nos adaptarmos às mais variadas mudanças. Mas trazendo esse conceito para o ponto de vista criativo, racionalizar as coisas nem sempre é uma boa estratégia.

O problema é que soluções rápidas e óbvias tendem a ficar apenas dentro do senso comum. Quando trabalhamos com criatividade e resolução de problemas mais complexos, precisamos nos forçar a pensar fora da caixinha. Dessa maneira, encontraremos respostas que estão à altura do nosso potencial e que podem surpreender positivamente. Mas como fazer isso?

O que é freefall writing e quem criou a técnica?

Existem muitas técnicas de criatividade que visam levar as pessoas a liberarem maior potencial cerebral. A técnica de freefall writing é uma delas. Numa tradução aberta, podemos definir o exercício como técnica de escrita livre.

A técnica de escrita livre foi popularizada pela famosa escritora americana Natalie Goldberg. Natalie é uma referência mundial quando o assunto é escrita criativa e já publicou diversos livros de sucesso sobre o tema, incluindo o best-seller True Secret of Writing. Na publicação em questão, a autora ensina a técnica de Freefall Writing, que ela descreve como um exercício de liberação da criatividade.

Leia também: O que é copywriting e o que são gatilhos mentais?

O exercício de freefall writing pode ser realizado tanto em papel quanto no computador.
O exercício de freefall writing pode ser realizado tanto em papel quanto no computador.

Como fazer a técnica de escrita livre em 6 passos

A técnica de freefall writing é muito simples de ser realizada. A autora recomenda que ela seja feita muitas vezes, por vários dias. Quanto mais vezes, melhores serão os resultados. Vamos ao passo a passo:

1º passo:

Sente em frente ao computador (ou pegue papel e caneta), escolha um tema geral para seu texto e estabeleça um limite de tempo para escrever, vamos supor que uns quinze minutos. Quando começar a contar o tempo comece a escrever sem parar, digitando ou escrevendo até o tempo acabar;

2º passo:

Não pare por nada. Nem para olhar o esboço e muito menos para ler o que está escrevendo. Escreva de modo ritmado, mas não precisa se afobar. Não ligue para a gramática, ortografia, pontuação ou estilo. Ninguém mais vai ler o que você escreveu, por mais sem sentido que seja;

3º passo:

Se ficar sem ideias, escreva coisas sem sentido, coloque no papel o que vier à sua cabeça. Se o exercício estiver te fazendo se sentir desconfortável ou entediado, pergunte a si mesmo o que o está incomodando e escreva sobre isso;

Quanto mais vezes você fizer o freefall writing, mais familiarizado ficará com a técnica.
Quanto mais vezes você fizer o freefall writing, mais familiarizado ficará com a técnica.

4º passo:

Algumas pessoas preferem fazer a técnica de freefall writing com uma música alta tocando. Desse modo a concentração (e a racionalização) serão mais difíceis, o que pode beneficiar a criatividade não racionalizada;

5º passo:

Quando o tempo acabar, pare de escrever e olhe para o que você escreveu. Marque as passagens que contenham ideias ou frases que valeriam a pena manter ou que renderiam conteúdo ou assunto para um novo exercício;

6 º passo:

À medida que você fizer esse exercício mais vezes, vai notar que suas ideias passarão a fluir melhor. Mais do que isso, vai perceber que em meio a aparente bagunça de ideias produzida por sua cabeça há muita coisa que pode render bons conteúdos e que não seriam acessadas pelo seu “modo automático racionalizado”.

A técnica de escrita livre pode ser aplicada por qualquer pessoa, de qualquer área. Liberar potencial cerebral é uma vantagem para todo mundo, não só para pessoas que trabalham diretamente com criatividade. 

Além disso, esse exercício é excelente para ajudar profissionais a vencer o tal bloqueio criativo. Por isso pegue o papel, ligue o cronômetro, dê play na playlist de músicas e mãos à obra!

Siga o Plugar Ideias no Instagram e fique por dentro de muitas dicas de criatividade, marketing e cultura pop!

2 comentários sobre “Freefall writing: como a técnica de escrita livre te ajudará a ser mais criativo

Deixe uma resposta